sexta-feira, 9 de abril de 2010

Aromas e cores, paixão e emoção

Senti o leve toque de sua mão na minha, quase pude sentir sua doçura, quase pude sentir seu amor.
Mas, ao contrário do que todos pensavam, não correspondi, não passei o que eu sentia para você, não me expus.
Ali não havia paixão, o seu amor por mim virou pó, ou quem sabe tenha se diluído na água. Na verdade não sei para onde ele foi... Não sei onde eu o deixei...
Perdi-me de você, perdi-me de suas palavras doces e de seu sorriso angelical. Não sei se posso dizer a verdade sobre o nosso amor, não sei se posso dizer que você nunca tocou meu coração, não sei...
Talvez me esgueirasse demais, me escondi em lugares difíceis, onde você nunca poderia me achar, eu sei que não fui fácil, mas você também não foi.
Eu quis arriscar, eu quis mudar, quis uma corrida onde eu pudesse sentir adrenalina saindo por todos os poros de meu corpo, eu queria brincar, eu queria não ter que te machucar.
Mas no começo, eu sei, você lembra, eu só queria você.
Minhas palavras humilham a mim mesma agora, eu não poderia apertar sua mão e passar minha energia pra você, eu não poderia mentir.
Você poderia ser menos doce... Quem sabe assim seria mais fácil te deixar em uma estrada qualquer sem sentir remorsos.
Você é demais para mim, é uma fusão de tudo que eu não quero em minha vida, mas que um dia já quis. É uma mistura de tantos aromas e cores que às vezes me sinto mal quando te encontro, me sinto suja, imunda e sem sentimentos.
Eu não sou má, posso até me sentir assim no momento, mas não sou. Você que é bom demais para mim, bom demais para mim e para todas as outras. 
Você é muito aroma para o meu olfato, muita cor para a minha visão. Gosto de coisas neutras, às vezes quase sem sentimentos, e você exala tudo que eu mais desprezo, me perdoe, mas eu sei que sua mão ao me tocar não transforma tudo em manteiga, e eu sei que quando te beijo você pensa em me largar.
E este foi um texto totalmente fictício, beijos e bom final de semana.

6 comentários:

  1. Poderia ser simples amar, mas não é. Cada pessoa possui uma forma única de expressar o que sentem. Querer o bem para os que gostamos e as vezes até nos anulamos,mentimos, interpretamos... Mas um olhar, um beijo nunca omite o que realmente sentimos ou não sentimos...
    bjs!!! texto lindo...

    ResponderExcluir
  2. Alessandra, parabéns pelo post!!
    O texto ficou lindo, sério mesmo!
    A parte "Você poderia ser menos doce..." é bem forte, tem "presença"! Gostei muito =)
    Continue escrevendo assim!

    Beijo!

    PS: Adorei as tags hihihi

    ResponderExcluir
  3. Fictício?!
    o.O
    uou!!!
    está perfeito...parece até que saiu de mim mesma!
    *.*
    beijoO.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que lindo!
    Eu não sou esse tipo de pessoa, quero dizer, não o tipo da narradora. Acho que sou mais o tipo muita cor... Sou um tanto expansiva pro meu próprio bem.
    Achei o texto lindo! Cheio de sensibilidade!!
    Saudades que eu estava de vir aqui descascar bananas!

    :D

    ResponderExcluir
  5. Achei perfeito o escrito Alessandra... Ótimas palavras, imagens envolventes. Gostei muito das sensações e temperos.

    Grande Beijo

    ResponderExcluir

Nunca sabemos de tudo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...