quinta-feira, 6 de maio de 2010

Tamanho 42 não é gorda!

O dia amanheceu chuvoso e nublado, sem sol algum para alegrar Alicia, ela acordou atrasada e foi direto para o banho, percebeu que seu namorado, Júlio, já havia acordado, sem ter nem ao menos avisado que ela estava atrasada.
Então ela se lembrou, ele não estava mais ali naquelas casa, havia saído bravo na noite anterior, dizendo que ela era neurótica demais, nervosa demais e muito insegura. O que olhando pelo ângulo deve dava até pra entender.
Eles haviam brigado por que ela estava comendo como uma porca, e estava gorda demais, segundo ele. O que fez Alicia se sentir mal, ela começou a gritar dizendo que se ele não quisesse mais ela  poderia ir embora, então ele foi.
Saiu sem mais palavras, e ela ficou sozinha, com sua gorda coxa de galinha, e o que veio depois foi um pote inteiro de sorvete, ele que me faz comer, pensou ela.
Alicia ainda tinha que pegar o metrô antes de chegar no trabalho, e se não se arrumasse logo perderia a hora.
Saiu do banho e se secou, quando havia começado a colocar a calça ouviu uma fraca batida na porta do quarto, era Júlio.
- Entre - ela falou baixinho.
- Olha Alicia, eu não quis ofender - Júlio falou despreocupado - você sabe como eu sou, às vezes eu digo algumas verdades e...
- Para sua informação tamanho 42 não é gorda! - Alicia o interrompeu aos gritos, se ele não a queria, não gostava do corpo dela, então ela poderia viver sem ele também - Sai daqui agora Júlio! Eu não aguento mais, metade do tempo que passamos juntos você fica reclamando do meu corpo, eu posso sobreviver sozinha, sem você, sem mais ninguém!
Ela já havia terminado de se vestir, passou por ele rapidamente, pegou a bolsa e saiu para a manhã gelada de julho. 
Só eu e meu pote de sorvete, pensou Alicia.

 
 Pauta para: Once Upon a Time 
Tema: Três frases, escolher uma.
Frase escolhida: Para sua informação tamanho 42 não é gorda! - Retirada do livro "Tamanho 42 não é gorda - Meg Cabot".

8 comentários:

  1. Sou louca para ler este livro.
    AMEI aquii !!!

    ResponderExcluir
  2. Ale, fico cá a pensar donde é que saí essas histórias? Sempre boas, sempre envolventes demais.
    Gostei muito. Precisa dar uma revisada e tals, mas está bem bom.

    Grande beijo

    ResponderExcluir
  3. noooooossa, desde quando 42 é gorda? só se for na Europa, EUA e tudo mais
    No Brasil, 42 é sinônimo de curvas, pessoas magérrimas usam de 38 pra baixo, o que eu acho horrível.

    eu tenho orgulho de vestir 42, 44 e mesmo assim não me sinto gorda, me sinto uma verdadeira mulher brasileira.
    beijos querida!

    ResponderExcluir
  4. ACORDA,Mané!!!!!! 42 não é gorda, e se ela topar com um sorveteiro, daí já era!!!..rs


    BeijooO'

    ResponderExcluir
  5. Sei não hein! Dependendo da altura 42 é tri-gorda sim! Mas nem vou me espichar no assunto não, minha gordinha pode passar por aqui e ler!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Já te falei que adoro seus textos?
    Enfim, estou feliz em conseguir vertir 40 agora, hauahau
    devo ser meio neurótica também, sabe?
    Acho que vou me identificar muito com esse livro.
    É mesmo, aqui no Brasil, ser magra é vestir 38. Já ouviram falar que 36 é o novo 38? Isso me deixa louca!
    Eu, com essas pernas super grossas, quadril largo e cintura fina não consigo encontrar nenhuma calça que fica boa, é um absurdo.
    O que nós todas queremos (e precisamos) é de gostarmos de nós mesmas, independente do numero do nosso manequim. E como isso é difícil, não é?
    Muito sucesso pra você, beijos

    ResponderExcluir
  7. ahaha adorei o texto e o blog, estou seguindo, um beijo amor!

    ResponderExcluir

Nunca sabemos de tudo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...