quarta-feira, 10 de março de 2010

Somos humanos


No Brasil mais de 50% da população é negra, mas ainda assim existe o racismo, o preconceito. Não sei quantos gays existem, mas sei que eles são ainda menos aceitos.
Xingar alguém homossexual não faz de você melhor, e muito menos mais macho. Há meio século atrás ainda poderia ser entendido, todos tinham a mesma opinião, os gays eram tratados como animais, como bandidos, pessoas que não tinham vida, ou sentimentos.
Mas como é falado há dez anos, estamos no século XXI, e essa fase já deveria ter passado. Esse preconceito é nojento, desrespeitoso e totalmente sem motivos.
Gays, são tão humanos quanto heterossexuais, e algumas vezes - e digo isso de cabeça erguida - até mais.
Eu respeito a sua opinião se você não gosta de gays, ou se você acha errado. Mas tudo tem um limite, digamos que se você respeitar com certeza será o respeitado.
Os homens acham maravilhosamente lindo uma mulher rebolando a bunda até não poder mais, mas quando vem alguém que eles consideram - quem sabe por que tem a voz fina, ou usa roupas diferentes - gays ridicularizam essa pessoa, como se a opção sexual dela mudasse algo na vida dos queridos machos de plantão.
Isso tudo tem muito a ver com a religião. Deus fez o homem e a mulher, não era para ser assim sempre?
Eu não vou mentir, não temos como nos livrar desses pré-conceitos que as pessoas fazem de outras. Os gays andam em uma verdadeira "linha tênue" tendo que sobreviver dia após dia com brincadeiras, piadas, e xingamentos. 
E enquanto as pessoas não se conscientizarem eu não vou poder fazer isso por ninguém.
Também não vou me fazer de mártir, estou defendendo meus ideais sobre ética, justiça e respeito. Nunca vou menosprezar um gay, nunca. Acho que todos eles como pessoas são maravilhosos, e para mim é só isso; pessoas.
Eu não gosto que ridicularizem outras pessoas na minha frente, não interessa pra mim se é gordo ou magro, negro ou branco, homossexual ou heterossexual. Pra mim é todo mundo igual, não importando quem seja, eu defendo, mas não dou a vida.
Cada qual tem a sua opinião, algumas vezes temos que reformula-la, podar os cantos, tirar uns galhos, quem sabe está na hora de melhorar o seu jardim também?


Pauta para "Blorkutando", tema: "Linha tênue"

6 comentários:

  1. Adoro o jeito que tu escreves, Ale!
    A verdade é que eu já tive preconceito com gays, lésbicas. Mas só parei de tê-los quando ocorreu um amigo próximo meu; simplesmente não o deixei de amá-lo menos por gostar do mesmo sexo que eu.
    Até brincávamos falando de homens e coisa e tal, e acabou meio que sendo como uma mulher para mim.
    Mas no fundo, eu sei que será difícil me fazerem engulir a idéia de que travesti é humano, pra mim travesti não é gente, é cópia de gene feminino. Gostar do mesmo sexo e ser você mesmo tudo bem, não é necessário usar saltos ridículos, e fazer vozes finas propositalmente apenas para serem iguais à nós, mulheres.
    Gay é aquele que ama o próprio sexo, sem culpa, involuntariamente; não aquele que faz um transplante ou sei lá o que. Isso é não aceitar sua forma física, aceitar como se veio ao mundo, é renegar você e querer começar uma nova vida mudando primeiramente de sexo.
    Hoje meu amigo é bi, corta pros dois lados. Eu o apoio de qualquer jeito.

    Um beijo, boa sorte no Blor :*

    ResponderExcluir
  2. O seu blog está lindo ! PARABÉNS Õ/

    Seguindo o seu blog, segue o meu? :)

    DE INVERNO A VERÃO: http://www.deinvernoaverao.blogspot.com/

    Bjz, agradeço desde já a colaboração.

    ResponderExcluir
  3. Sempre achei que as pessoas deveriam se apaixonar por alguém que as façam tremer, o coração disparar... não importa o sexo, acho muito legal quem consegue ultrapassar a barreira dos sexos.
    adorei o blog, parabééns :D
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Objetivo e direto! Gostei, Alessandra! Penso que tudo se resume ao fato de tentarmos nos colocar no lugar do outro, sentindo o que ele sente, vivenciando os conflitos que ele vive! Pronto, não haverá preconceito se isso acontecer!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Eu também ODEIO que ridicularizem outras pessoas na minha frente e sempre fui contra qualquer manifestação de preconceito. Acho o cúmulo.
    ;(

    ResponderExcluir
  6. Sabe muito bem da minha opinião quanto ao assunto e meu pensamento até se aproxima do teu. Eu acho o homossexualismo algo totalmente não natural e isso é um fato. Mas não é isso que me dá o direito de ridicularizar o outro. Olha...parabéns pela coragem em escrever sobre esse assunto.

    ResponderExcluir

Nunca sabemos de tudo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...